Episódio #2.03 - Rumour Has It

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Episódio #2.03 - Rumour Has It

Mensagem  Leo Oliveira em Ter Set 25, 2012 10:21 pm

O rompimento de Becky (Amber Stevens) e Luke (Travis Caldwell) deixa as pessoas sedentas por informação, e os boatos de que ele a trocou por Aaron (Chord Overstreet), acabando com o relacionamento do rapaz com Ben (Matt Long), ganham força graças à falta de esforço em negá-los. Ao mesmo tempo, as notícias de que Lucy (Joanna Garcia) e Ryan (Sean Faris) estão juntos novamente se espalham, e os dois são convidados para um almoço com Paul (Tuc Watkins) e Courtney (Samaire Armstrong), onde essa última é surpreendida com a presença de Candice (guest Liza Lapira), uma velha conhecida que pode ter sido responsável pelo fim de seu casamento.
Também participam Steve Sandvoss e Ken Luckey.

Leo Oliveira

Mensagens : 169
Data de inscrição : 17/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio #2.03 - Rumour Has It

Mensagem  Harbor em Dom Set 30, 2012 5:30 pm

Uma das coisas que sempre me chamou atenção em Time After Time é a duração absurda dos episódios... Acho que são poucos os que têm duração normal. E isso é incrivelmente bom porque consegue ultrapassar os 40.000 caracteres com tanta naturalidade (lembro que, às vezes, eu tinha dificuldade de atingir os 22.000!) sem tornar a série cansativa ou com um ritmo arrastado... Talvez sejam os diálogos deliciosamente divertidos que esses personagens tão queridos travam entre si, talvez sejam as narrações sempre pontuais de Ben ou talvez sejam as histórias sempre fechadinhas. Só sei que Time tem uma duração absurda e ainda sim muitas vezes fico querendo mais... Ainda bem que OCUZÃO vem aí pra suprir um pouco dessa lacuna! Very Happy

Ben teve que passar a barra de aturar os boatos do término de Lucky (Portmanteaus ótimo, gente!)... E nem preciso dizer o quanto amei Gossip Grill, né? Trocadilho ótimo e amei que toda a boataria serviu para trazer diversos diálogos divertofos... Como não amar Ben surtando com a hipótese das pessoas acharem que estava tendo um caso com o próprio irmão? Realmente muito antiquado, gente, é o Atari da nossa geração, LOOOL! Aliás, desciclopei horrores Aaron tirando sarro da idade de Ben... Quer dizer, desciclopei cena inteira. Como não amar dinâmica de Aaron e Luke fazendo piadinhas com as boatarias enquanto Ben é a voz da razão e acha tudo mais estranho que os campeonatos de atum da cidade (exceto o 10º, claro!)?
E Ben finalmente tomou vergonha na cara e saiu da casa de Ryan, até me espantei de Aaron não ter tido outra crise de ciúme durante todo esse tempo... Só que, por mais que tenha dito que não tinha motivo para ficar na casa de Ryan, todos sabem que ama Ryan e tinha sim motivos pra ficar, mas diálogo surpreendentemente maduro com Aaron sobre possibilidades de traição (sem envolver Luke dessa vez!) acabou mostrando pra ele que, se continuasse lá, acabaria mesmo sendo um traidor... E se considerarmos beijo e autorização para sexo consensual, meio que já é! Laughing
De qualquer forma, Aaron já tinha me divertido horrores com cenas com Luke e acabou ganhando mais pontos comigo depois mostrando que pode ser um man whore destruidores de lares, mas sabe dos seus limites (e de Ben e todos os seres humanos) com a questão da fidelidade... E claro, Baaron foram (e são, na verdade!) muito fofos, mas isso não muda o fato de que também quero que Ryan tenha sua chance, LOOOL.

Aw, Vince voltou! Muito delicioso rever o romance tão disfuncional de Lucy e Vince, mas o destaque mesmo desse flashback foi o medo que Bucy compartilhavam de Court, LOOL. Mas melhor ainda foi ver Lucy finalmente amadurecendo e tentando levar uma relação mais séria e profunda com alguém sem precisar recorrer às alfinetadas... É lógico que as alfinetadas acabaram vindo, porque Thomas aparentemente tem o mesmo modus operandi que ela. No entanto, é bom ver que Lucy percebeu o padrão e quis mudar, acho que talvez só o fato de querer mudar já possa trazer novos ares para ela e ela consiga se consertar, porque ninguém comprou a história de que ela era inconsertável, né, gente? E Thomas realmente é um personagem bem divertofo para ajudar Lucy a se consertar e já tô shippando-os loucamente!
E não é que, antes disso tudo, eu também tava comprando a história do revival dela com Ryan? Pois é, sou muito enganável! E preciso dizer o quanto tô amando os dois nessa fase de se tratarem cordialmente... Já que não vão mais se atracar (ela tem Thomas agora e ele, Ben! Cool ), é bom ver que os dois podem ser divertidos em cena com toda a implicância de sempre, mas também com a amizade fofa (pros padrões deles!) que estão desenvolvendo...

Sabe o que eu acho ótimo? Que a tensão sexual entre Ryan e Ben esteja tão forte a ponto de Courtney e Lucy perceberem, LOOOL! Fato que quero os dois juntos, mas não posso negar que a negação e alfinetadas que dão um no outro (Rolling Eyes) me divertem... A lot! Mas como é uma das pessoas mais importantes da vida de Ben, ficando atrás apenas da Sra. Miller, mas na frente de Aaron, é questão de tempo para Bryan se concretizar. Wink
Entretanto, como não ceder meu colo pra ele depois que Ben decidiu ir embora da sua casa? Vive uma situação muito complicada, tado... Mas passa por isso sempre com um sorrisão no rosto e dando as melhores respostas pra Becky, Ben, Lucy e quem mais se colocar em seu caminho. Way to go, Ryan, that’s why I love you!

Mas no fim das contas, quem passou a maior barra foi Courtney, essa pessoa dócil que foi tachada injustamente de louca durante sua adolescência e foi privada de comer o algodão doce do Juan quando Lucy terminou com ele! Olha, tem nem como discutir, ganhou fácil dos outros!
Aaaaaaaaamo faceta psicopata e vadia de Courtney na adolescencia... Pena que Liza Caipira não goste tanto e tenha esperado anos para se vingar. Gente, tava comprando o discurso dessa vaquinha de presépio no final do episódio, mas ela realmente foi a responsável pelo fim do casamento de Courtney e Garret... Isso não é exatamente o problema, é Caipira posar de amiga para se vingar de Court na adolescência! Por mais que me divirta com o comportamento psicótico e bipolar de Court, todos sabemos que isso tudo é fachada para ela se proteger, pois tem medo de ficar vulnerável... Ela e Ryan são bem parecidos nesse aspecto, e agora Caipira taí se fazendo de amiguinha de novo e pode querer acabar com Putiney! Espero que Court descubra logo qual é a dessa oriental e banque a psicopata pra cima dela. Mad

Luke tava todo serelepe no modo negação com o término do seu namoro e a química com Aaron tava tão boa que fica fácil entender porque esse povo fica achando que ele pegou o namô do manô... Fico feliz que Luke tenha superado a aversão a albinos e hoje tenhamos essa amizade deliciosamente divertida. É engraçado, porque essa amizade nunca foi explorada de forma tão divertida e, de certa forma, fico feliz que Luke vá conviver mais com Aaron agora que tá separado de Becky, até porque não vão voltar tão cedo! Sad

E é dessa vagabunda que falo agora... No sentido de parabéns, claro, porque ficar com um time inteiro de rugby é realmente algo admirável! Mas falando sério agora, me diverti com Becky amargurada com o término do seu namoro... Se Luke abraçou as fofocas, Becky se permitiu reclamar de tudo, mas reclamação maior era pelo fato de Luke não estar bravo com ela.
E, minha Sara, realmente ela é mais insana do que eu imaginava... Na verdade, acho que ela realmente queria que Luke brigasse com ela para se sentir menos culpada por não querer casar com ele e, de certa forma, queria dar fim aos boatos. Só que, sei lá, fiquei em dúvida se ela realmente acha que o fez passar por humilhação negando o pedido dele ou se apenas disse isso pra ele odiá-la... Tendo a acreditar mais na segunda opção por causa do meu otimismo iludido, mas não sei, acho que ela realmente acredita que o humilhou e, por amá-lo, queria se sentir humilhada também... Parando para pensar, Becky é MUITO insana e, talvez por isso, tão adorável e interessante, aguardo de coração apertado a continuação dessa frangalhante história.

Depois do destaque do episódio anterior, Paul ainda teve a brilhante ideia de fazer um encontro duplo de Putiney e Rucy... E encontro não podia ter sido melhor, com todos os diálogos deliciosos e passados desenterrados. Lógico que Paul acabou ficando em segundo plano, mas teve suas tiradas e me diverti em vê-lo tentar fazer algo diferente em seu relacionamento com Court... E se considerarmos que ele se dê tão bom com Ryan e Lucy (é figura paterna dos dois after all!), podemos dizer que já está em grande vantagem comparado a Garret, huh?

Ufa, acho que esse comentário excedeu os limites de caracteres também, LOOOL. Mas amei muito o episódio, foi bem divertido... Mas também quero saber mais de Marjorie... Maldita Allison Mack e suas escolhas de carreira limitando suas aparições!

E semana que vem tem o destaque de Aaron, gente! Use a atemperossanilidade e faça o de Ryan vir antes! Tô brincando, Aaron é divertofo e voltou a ter minha atenção nesse episódio, o que não quer dizer que não queira episódio de Ryan logo, LOL.

P.S.: Pobre Gordele que não teve sua música tocada... Se tivesse sido Melissinha que tivesse feito o cover em Glee, quem saberia teria chances! Rolling Eyes

P.S.2: Flashback do 10º campeonato de atum JÁ! Razz

Harbor

Mensagens : 143
Data de inscrição : 12/03/2011

Ver perfil do usuário http://www.twitter.com/c_harbor

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio #2.03 - Rumour Has It

Mensagem  Leo Oliveira em Sex Out 12, 2012 9:54 pm

Voltar nesses comentários está sendo um exercício interessante para a minha sanidade musical, junto com fun. acabei voltando a ouvir mashup de Gordele em Glee e, como você bem sabe, não sou muito fã de Gordele, tanto que me recusei a fazer desse episódio um tributo – se fosse, teria todos os personagens cortando os pulsos e engravidando sem saber. Bom, mas vamos parar de digressar antes que minha resposta tenha a mesma duração de um episódio, né?

E já que começou tocando nesse ponto, duração maior do que série da HBO virou padrão mesmo, junto com estilo Dercy de roteiro e muita safadeza. Quando começo a planejar um episódio, penso "plot principal nem vai render tanto, vamos ver o que posso fazer com os outros personagens", daí vou adicionando coisas e quando vejo, criei um monstro e nem a pau (Dercy!) consigo terminar nos 22.000 caracteres. Como geralmente os plots dependem de flashback ou simplesmente não consigo fazer as cenas pequeninas porque esses personagens malditos não calam a boca, fica isso aí que você vê toda semana. Ainda bem que não tá reclamando, imagine se eu tivesse que me controlar e seguir esses padrões absurdos da TV convencional, tenho meu próprio canal justamente pra ter essa liberdade Laughing

Nunca tinha pensado em portmanteaus de Becky e Luke como Lucky, sempre imaginei algo como Lecky, pra ficar no estilo "flw vlw" de leks da academia com quem imagina histórias erotizadas que não existem, sabe? Laughing Mas esse é ótimo também, por mais que não tenham sorte nenhuma e sejam vítimas de muita boataria no Gossip Grill.
Como sempre, Ben muito ultrapassado e sofrendo o choque de gerações. Não gosta que achem que o namorado tem um caso com o irmão e nem que ele mesmo tenha, mas que besteira, né gente? Atari é isso aí mesmo, todo mundo espera que você vá jogar o jogo dos tronos mais cedo ou mais tarde.

Personagens são sempre uma caixinha de surpresa, porque eu super não sabia que Ben sairia da casa de Ryan até ele efetivamente arrumar as malas e ir, tinha planos de muita sedução e possibilidades de estupro consentido pra esses dois ainda. Mas Aaron malditinho teve que ser maduro e dar carta branca pra Ben trair contanto que avisasse, né gente, daí ao ver que nem tava incluindo namorado na lista de pessoas mais importantes, Ben teve que fugir da tentação.

Que fofura você se comover com retorno de 3 falas de Vince, eu até tinha esquecido que aparecia Very Happy mas como ignorá-lo num episódio que mostra Lucy tentando mudar o modus operandi, né? Tá tão determinada a mostrar que não é inconsertável que é capaz de tudo, e se relacionamentos dela são tão destrutivos quanto Vince, Ryan e Juan do algodão doce fazem parecer, terá que se esforçar muito, muito mesmo!
Confesso que, assim como Lucy, estou com pé atrás com Thomas justamente porque é muito perfeitinho e não permite que tenha grandes crises Laughing sabe como é, Jenninha já dizia que o outro sapato está sempre por vir, e Lucy e eu certamente compartilhamos dessa teoria, talvez porque não nos acostumamos, como Courtney e Becky, a relacionamentos com homens inofensivos.
Mas yay, te enganei com possível revival de Lucy e Ryan, já é uma vitória! Também gosto de fase "cordial" dos dois, que não é cordial coisa nenhuma, mas que pelo menos agora se parece mais com amizade bizarra que já é tão comum entre outras pessoas do quarteto, e não apenas duas pessoas que se suportam em função dos amigos que têm em comum.

Não tá muito difícil perceber tensão sexual entre Ryan e Ben, vamos combinar! Pra Courtney e Lucy não terem nem uma suspeitinha, teriam que ser muito perspicazes, como Melissa, porque um fica zoando a heterossexualidade convicta do outro, o outro falando sobre lista de pessoas mais importantes da vida de um... É tanto esforço em se alfinetar que fica claro que estão usando o mesmo modus operandi de Lucy. Só não se envolveram em estupro consentido mesmo porque Candice Perry deliciosa chegou para acalmar os ânimos!

AMO Courtney injustamente tachada de louca na adolescência, era mesmo muito incompreendida, gente! Confesso que, assim como Ben surpreendendo ao sair da casa de Ryan e Robert Patterson que é uma incógnita, Candice Perry (ou Liza Caipira, segundo você) me chocou muito quando deu aquele sorriso malicioso ao fazer as pazes com Court, estava convencido de que essa vagabunda era mesmo uma pobre coitada que sofreu anos com a fúria de Courtney sem ter culpa alguma. O que será que Candice vai aprontar? Nem eu sei. Bem, sei, mas ainda estou resolvendo os detalhes.

Luke "serelepe", mas que definição maravilhosa! Melhor, só se estivesse sapequinha com o término do namoro, mas como não ficar? Terminou com Becky pra pegar o melhor amigo e o irmão, em partidas alucinantes de Atari. Que bom que você curtiu o foco na amizade de Laaron, que realmente só percebi ser tão promissora com abracinho na festa de Luke no episódio anterior, mas não pense que Becky não sofrerá com união dessa dupla, afinal, está afastada dos dois e SURTANDO muito, uma hora vai ter que acabar se atracando com Ryan para superá-los.

Mas enquanto não se atraca, leva título de vagabunda só por time de rugby mesmo e, mais uma vez, agradeço aos céus por se divertir com amargura dela, porque a cada novo surto de Becky, me pergunto se não fui longe demais em bipolaridade de uma personagem que costumava ser só Kirk da cidade!
Becky não acha que humilhou Luke per se, porque realmente não vê casamento com bons olhos, mas queria tanto ser punida por colocar o relacionamento a perder que fingir que o humilhou foi a única maneira que achou pra chegar lá. Não que dizer que o traiu com o time de rugby inteiro já não fosse o suficiente, né, mas Luke maldito se recusava a gritar com ela, assim fica difícil mesmo!

Paul, como boa figura paterna que é, sabe como se portar diante do ressurgimento de um casal tão importante quanto Rucy, e por isso só fez suas observações pontuais. E vantagem em relação a Garrett todo mundo tem, era muito querido (só que não) esse inglês dos dentes perfeitos, mas sabe o que pode ter em comum com Garrett também? Ceder aos encantos de Candice Perry, afinal, acha que ela é uma entidade! Só espero que, se ele fizer mesmo isso, não seja acometido por sifiloborreiapantalose.

Já que falou da ordem de centralizados nos episódios e quer tanto o de Ryan (que já tá no ar, mas ainda não comentou, buuuu), vou deixar como curiosidade a ordem que seguiria originalmente: #201-Marjorie, #202-Ryan, #203-Lucy e #204-Aaron. A temporada começaria com Marj roubando muito a cena, com fixos praticamente desaparecendo (se não me engano, só Ben apareceria no 1º planejamento e mesmo assim muito pouco). Daí, Allison maldita resolveu fazer Wilfred, e eu percebi que essa vagabundinha não merecia tudo isso. Apressei a resolução do conflito Ben-Lucy, inventei toda a atemperossanilidade das cenas iniciais com passado e futuro se misturando e redescobri o meu amor por todos os fixos.

Daí, uma sucessão de novas ideias causadas por isso foi empurrando o episódio de Ryan para depois. Se analisar bem, vai ver que a história dele no #205 é bem relacionada a confronto com Lucy na finale passada, e exatamente por isso abriria a temporada, depois de Marj ladrazinha. Só que ideia de flashback de Paul no fim dos anos 70 e "novos poderes" de Ben ocupou o posto que seria de seu marido. Como episódio de Paul era uma barra sem fim, pensei que precisava de um episódio mais levinho e divertido (o que nem sei dizer é o caso de "Rumour Has It", como diria Samaire levinho e divertido meu pé!) e continuei focando em Luke, Becky, Atari e entidade Caipira. Pra complicar as coisas mais ainda, o episódio de Ryan tinha a fórmula bem parecida com o flashback de Courtney nesse, com personagens importantes do colegial dando as caras pela 1ª vez, e aí adiei o pobrezinho de novo e deixei Aaron entre os irmãos Patterson. E essa é a longa e excruciante história de bastidores sobre como seu marido passou de fixo que abria a rodinha da temporada para só ter seu merecido destaque no episódio 5, espero que tenha gostado Razz

Aliás, fica aqui a promessa de que um campeonato de atum (não necessariamente o décimo) será mostrado na série, só que eu é que não vou escrevê-lo. Chamei um roteirista muito mais competente pra esse evento de proporções tão épicas para Crestview!

Leo Oliveira

Mensagens : 169
Data de inscrição : 17/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio #2.03 - Rumour Has It

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum