Episódio #2.11 - Do You Want The Truth Or Something Beautiful?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Episódio #2.11 - Do You Want The Truth Or Something Beautiful?

Mensagem  Leo Oliveira em Ter Nov 20, 2012 10:22 pm

Frustrada com a falta de conhecimento sobre a vida amorosa dos amigos, Courtney (Samaire Armstrong) faz uma emboscada para obrigá-los a falar. Aaron (Chord Overstreet) dá um ultimato para Ben (Matt Long), exigindo mudanças para salvar o relacionamento. Ryan (Sean Faris) se surpreende com uma pergunta direta de Sadie (guest Caroline Dhavernas) sobre sua sexualidade. Lucy (Joanna Garcia) fica apreensiva ao constatar a natureza de seu namoro com Thomas (guest Ken Luckey). Becky (Amber Stevens) pede que Luke (Travis Caldwell) a acompanhe ao aniversário de casamento de seus pais (guests Blair Underwood e Garcelle Beauvais), o que rapidamente se mostra uma ideia desastrosa.
Também estrela Tuc Watkins.

Leo Oliveira

Mensagens : 169
Data de inscrição : 17/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio #2.11 - Do You Want The Truth Or Something Beautiful?

Mensagem  Harbor em Dom Nov 25, 2012 9:30 pm

Começar dizendo que série continua ótima com narração e montagens de cenas interligando-a pontualmente já virou rotina, então vou apenas dizer que esse definitivamente foi um dos meus episódios favoritos e entra fácil pro meu Top3. Mas isso é óbvio porque Time é série Top, mein! Laughing

Ai, gente, que episódio heartbreaking! Ben está naquela grande barra de vida de amar duas pessoas ao mesmo tempo, ainda que não admita. O pior é que não se sente à vontade para ser 100% honesto com nenhuma delas. Quer dizer, considerando todo o histórico deles, imagino que teria maiores chances de se abrir totalmente com Ryan (e digo isso emocionalmente, porque sexualmente isso é óbvio!)... Pelas notícias que andaram circulando por aí, creio que entenderemos melhor esse bloqueio de Ben no próximo episódio, então vou esperar mais um pouco antes de sair julgando o personagem. O que não quer dizer que não fiquei extremamente fragilizado com término de Baaron. Sempre os critiquei por serem fofos demais, LOOOL, mas a verdade é que Aaron foi ganhando meu amor pouco a pouco e vê-lo tentar fazer o Ben se abrir com ele foi mais um dos momentos que me fazem amá-lo. Sem falar que ele ainda cogitou dar uma nova chance pra Ben mesmo depois dele assumir que teria seguido em frente com Ryan se não tivesse sido sumariamente rejeitado. Fiquei com tanta peninha de Aaron por se decepcionar tanto com cara que considerava perfeito, mas faz coisas de uma forma que não consigo deixar de me empolgar com possibilidade de Bryan. Sempre ofereço meu colo pra Ryan, mas me sinto tão Ben agora, que tenho vontade de oferecer tanto pra Ryan quanto pra Aaron, tão sofrendinhos os dois!
Não sei exatamente o que será de Aaron agora, mas espero que além de Becky, Luke e Will, possa contracenar com outros personagens, e sei bem que vai colocá-lo bastante com Ryan, então fico no aguardo pra ver mais do nosso bocudo favorito.
Mais sobre Ben, posso dizer que, se fosse outra pessoa, talvez eu tivesse muita raiva, mas construiu personagem tão humano e carismático que nem dá pra ficar com raiva, ele até me lembrou também um pouco quando Julie começou a passar pela barra de estar apaixonada por Kevin de novo quando ainda tava com Peter (sdds ORD!)... Estou curioso sim para saber mais sobre o que o deixou assim tão medroso, porque não acho que só decepção com comunistazinho tenha feito isso com o pobre, teve outros homens (poucos, mas teve!) para o danificar. E amo como ele e Lucy estão trocando de lugar na série, porque antes ela era a “inconsertável” e não podia viajar no tempo e, veja só, agora ela não só pode viajar no tempo como ainda assiste de camarote esse momento em que o amigo se torna “inconsertável”. Sorte é que já vimos que esse lance de “inconsertável” é bem fácil de lidar, basta Ben começar a entrar no modo namoradinho com Ryan... Embora, confesso, seria bem mais divertido ver Ryan entra nesse modo, LOOOOL!

Sabe o medo que as pessoas sentiam de Court na adolescência? Senti isso de Lucy namoradinha, LOOOL! Mas antes de comentar modo namoradinha de Lucy, é preciso dizer que ela estava ON FIRE fazendo piadinhas pontuais e que ajudaram a quebrar um pouco a tensão que estava no apartamento de Courtney, além de sempre encerrar os blocos de forma divertida.
Agora sim, Lucy namoradinha... Pois então, devo mesmo ter muito cuidado com coisas que peço, porque queria mesmo ver mais momentos fofos de Lucy e Thomas e fiquei extremamente feliz com cenas, mas realmente chegou num momento que começou a ficar insuportável e quis gritar e dar um basta na situação que nem Court. Mas acho que essa era mesmo a intenção do plot de Lucy que agora tem munição pra voltar a reclamar de tudo em sua vida (como se precisasse de motivos antes!)... E confesso que gostei de ver Lucy empolgada com o fato de Thomas amar ela porque ama “O Diabo Veste Prada”.
O pior é que, por um momento, fiquei levemente preocupado achando que Thomas também estava de saco cheio dessa atenção exacerbada de Lucy, mas fiquei feliz que no final do episódio ele ficou todo murchinho com Lucy querendo ficar sozinha e pedindo que ela ligasse pra dar boa noite. Acho sim que Lucy precisa de um tempo só pra ela e pisar no freio, mas não acho que deva começar a se auto-sabotar agora só porque se tornou o tipo de pessoa que sempre trollou, já virou a mãe mesmo, gente, o que custa ser namoradinha? É bom ver Tucy tendo esses momentos fofos, mas lógico que não me importarei de vê-los se alfinetando novamente, só acho que Lucy precisa encontrar um equilíbrio no seu modo de agir e não ficar grilada e começar a retroceder só porque ficou irritantemente apaixonada, LOOOL!
Ressalto ainda que é sempre muito divertido ver Lucy e Ryan se alfinetando, ainda mais quando ele fala com tanta naturalidade que não se tornaria Benssexual se ela tivesse entrado no modo namoradinha uma relação antes e ela diz que nem morta... Além de toda a zoação que ela faz com ele e Ben sobre o amor desses dois, LOL.

Sabe porque sempre insisti tanto em Bryan apesar de toda a fofura de Baaron? Porque Aaron é sim um fofo e fiquei com coração completamente frangalhado enquanto ele levava toco de Ben, mas a verdade é que Ryan é um fofo distorcido. É aquele cara que é incrivelmente fofo, mas que fica fazendo pose de que não tem coração, por isso quando baixa a guarda e se permite ser fofo é tão, mas tão fofo, que fica impossível não amar, gente! Além disso, é personagem tão especial que inventa até uma nova orientação sexual: a Benssexualidade.
E preciso dizer que até me impressionei com rapidez de Ryan admitir o que rolou com Ben, mas já tinha enrolado muito e episódio realmente precisava disso para deslanchar... E como deslanchou, crisei muito com toda a forma como a confirmação das suspeitas de Court foram feitas. Aaaaamo piadas de assédio com beijos e olhares! O pior é que Sadie teve participação minúscula, mas ela é sempre pontual em sua divertofura, que não tem como reclamar. Desciclopei muito toda a questão de seu passado com bissexuais, só não curti não ter visto história absurda que Ryan inventou. Mas sei que nos priva de algumas coisas pra série não ficar com 2 horas e meia de duração!
A forma como introduziu bissexualidade de Ryan na série em 1.08 com ele ficando ofendidinho com rejeição de Ben é uma cena que eu curti muito na época e agora a continuação dela com Ryan dizendo que ele e Ben seriam perfeitos juntos se ele gostasse de homem já é definitivamente uma das minhas cenas preferidas na série! Sempre curti a amizade deles, possuem uma grande cumplicidade e até mesmo um respeito, mas tentam camuflar isso com patadas, só que isso não torna a amizade deles menos bonita... Pelo contrário, é uma amizade que rende momentos bem divertidos e que certamente me deixam entretido! Apesar da minha bipolaridade com casais e até o fato de torcer por orgia ultimamente, no fundo meu coração sempre foi de Bryan e, embora sofra por Sadie e Aaron, estou genuinamente curioso para ver desenvolvimento dos dois como casal... Mas, mais uma vez, se decidir mantê-los como amigos, não vou me opor completamente e vou continuar curtindo as cenas deles como tenho feito até agora! Smile

Mas que desbunde Courtney armar todo um esquema para finalmente ficar a par de todas as coisas que estão acontecendo na vida dos amigos e não tirar uma boa satisfação com Lucy como prometeu em 2.07, só perdoei porque Lucy já estava muito fragilizada com descoberta sobre estar no modo namoradinha, não ia aguentar sofrer mais com Court! Aliás, amo que Court entre completamente no modo psycho para arrancar as verdades dos amigos com desculpa esfarrapada de maldição (que amei, claro!), mas depois acaba se arrependendo com o rumo que as coisas tomaram e até dispensa todo mundo. O melhor de tudo isso é que ela e Ryan continuam despontando como melhor dupla de irmãos (pobre irmãos Higgins!) com cena ótima onde Ryan pede opinião para Court sobre o que deve fazer com Sadie. Gosto muito de ver esses gêmeos tendo esses momentos fofos e de cumplicidade, aquece meu coração! E vai ver que hoje estou incrivelmente brega, LOOOL!
E amo que esse episódio tenha começado exatamente de onde o 2.09 terminou... Isso quer dizer que o próximo vai começar de ligação de Court e Allstar? Espero que sim, porque tô bem curioso!

Respeito muito Taylorzinha, mas fica difícil de acreditar em recado dela sobre Lecky quando os dois têm cenas como as vistas nesse episódio! E olha, ou cronologia é muito maluca ou eu não entendi direito e Becky namora com Luke desde os 13, porque os pais dela ficaram falando que já estão juntos há quase dez anos quando na verdade devem estar só há uns 7 (e tem uma diferença grande nisso). De qualquer forma, o tempo não importa aqui porque a verdade é que sim, uma hora falo que quero que os dois fiquem vadiando com outras pessoas (e até poderia ser com irmãos de Marj, por exemplo!), mas sinto que os dois são almas gêmeas (e serei sim brega assim!) e logo estarão juntos de alguma maneira resolvendo as diferenças que possuem entre si. Não entendi muito bem a rejeição do público com Luke no Facebook, mas creio que ele seja sim homem suficiente pra Becky e estava fofindíssimo consolando-a!
Colocando meu otimismo exacerbado de lado, esse episódio veio pra mostrar porque Becky é tão contrária à ideia de casamento e, meu Deus, pais de Becky conseguem ser piores que os de Lucy (que até amo viajando no balão mágico deles!), mas a verdade é que Becky teve que lidar com todo o fracasso do casamento dos pais simplesmente porque eles eram covardes demais e quiseram colocar nas mãos dela uma responsabilidade que era deles e tudo quando ela ainda era adolescente. Acabei tendo uma visão mais favorável de Frank que de Marissa até porque gosto de graça de Blair e confissão de Marissa sobre sexo sujo com Becky já foi nojenta só de ser citada (incrível como esse tipo de coisa só funciona com Donna!). Não sei exatamente se Frank ou Marissa farão alguma coisa para corrigir situação com Becky, mas espero sinceramente que isso tenha sido a gota d’água e ela realmente tenha finalmente decidido seguir o conselho de Luke e não se sujeitar mais a esse tipo de coisa.
E lógico que entendo o quão danificada Becky ficou graças aos pais, mas espero que ela entenda que ela e Luke são um casal diferente dos pais dela e, se por acaso um casamento não der certo para eles no futuro, serão maduros o suficiente para acabarem tudo. Acho que questão agora se resume mais ao fato de Becky querer ou não ter filhos e, mesmo que não queria, tem a opção do bebê de cera que dei! Rolling Eyes Mas falando sério, é óbvio o quanto Luke ainda se preocupa com Becky (e a ama, ou não teria ido ao jantar com ela!). E ainda creio que possibilidade de Becky não querer ter filhos talvez possa ser por medo dela ser tão ruim quanto os pais, mas, por mais surtada que possa ser, não creio que seria ruim assim... Aliás, acho que se for ter traços dos pais, tem potencial pra reverter tudo e ser Donna 2.0 com seu Franco dançando Macarena! Cool
E só pra não dizer que não fui tripolar hoje, embora torça muito por retorno desse casal TOP que é Lecky, estou aberto a novas possibilidades românticas para os dois se assim você acreditar ser o ideal para o desenvolvimento desses personagens. E fiquei sabendo que a série vai ter temporada esticada com 26 episódios, vai precisar mesmo ocupar bastante esses personagens! Rolling Eyes

Amo que tenha tido a decência de colocar Paul para aparecer, mesmo que no fim do episódio. Se ficar se ausentando muito, público começa a dizer que personagem é inútil! Razz E, mesmo sem momentos engraçadinhos, Paul teve mais um momento na série que vem só pra comprovar que é mesmo o pai mais fofo da TV. Way to go, ex-ermitão de quase meio século!

E no próximo temos Ben desejando que o mundo seja mais sonolento, começando com ele mesmo! Mal posso esperar!

P.S.: Nunca tive a chance de te contar, mas “discutir conflitos políticos na Namíbia” virou piada interna com pessoal do Peixe, um desbunde!

Harbor

Mensagens : 143
Data de inscrição : 12/03/2011

Ver perfil do usuário http://www.twitter.com/c_harbor

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum