Episódio #2.13 - The Road Not Taken

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Episódio #2.13 - The Road Not Taken

Mensagem  Leo Oliveira em Ter Dez 04, 2012 8:12 pm

A inesperada aproximação de Aaron (Chord Overstreet) e Ryan (Sean Faris) obriga Ben (Matt Long) a lidar com sua indecisão e, após uma traumática viagem, consertar de maneira definitiva a situação com eles. Lucy (Joanna Garcia) se desespera com a aproximação de Thomas (guest Ken Luckey) e Becky (Amber Stevens), pressionando Luke (Travis Caldwell) para ajudá-la a separá-los. Paul (Tuc Watkins) se esforça para ficar de fora dos conflitos dos filhos. Marjorie (guest Allison Mack) reencontra um velho conhecido (guest Robert Hoffman) e suspeita de que algo está errado quando vê a proximidade dele com Courtney (Samaire Armstrong).
Também participa Liza Lapira.

Leo Oliveira

Mensagens : 169
Data de inscrição : 17/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio #2.13 - The Road Not Taken

Mensagem  Harbor em Dom Dez 23, 2012 7:46 pm

Tardo, mas não falho. E explicação para minha demora é bem simples: alteração temporal feita por Ben no episódio desencadeou vários fatos novos, entre eles o meu atraso. Laughing
De antemão, já aviso que é bem provável que viagem no tempo de Ben até a época do início da série provavelmente será assunto em todo paragráfo, LOL. Mil anos se passaram desde que li o episódio pela primeira vez e continuo sem saber direito o que achar, além de bittersweet, mas vou tentar. E como tem muita coisa pra ser falada, vamos logo aos personagens...

Ben é um cara que tem se mostrado extremamente egoísta e com história dele com Dmitri no episódio passado isso ficou mais em evidência. Nesse episódio, sua atitude em se intrometer na viagem foi sim egoísta, mas ainda assim completamente compreensível e aceitável. Sempre te elogiei em Time por nos deixar divididos com os personagens, principalmente quando dois personagens estão brigando e não sei que partido tomar... E acabei percebendo que Ben é o exemplo perfeito desse sentimento que a série tem em nos deixar dividido. Mais do que ficar dividido entre Aaron e Ryan, Ben nos faz ficar dividido sobre que atitude é correta ou não. Como eu disse, foi sim egoísta (mas compreensível) a invasão dele na viagem, mas querer apagar o passado dele com Aaron para poupá-lo do sofrimento que está tendo agora é algo que me deixa ainda mais dividido. Só que, assim como na questão da viagem, não tiro a razão dele em tentar se redimir com alguém que ama tanto e que tanto magoou. Você sabe bem o quanto quis que Baaron terminassem (mesmo sendo bem fofos!) para que Bryan tivessem sua chance, mas não posso negar que a forma como história deles foi “encerrada” me fez querer que eles ainda tenham sua chance. E, como Luciano disse no FB, você é bem capaz de usar o poder do amor e fazê-los se apaixonar novamente, apesar de todos os esforços de Ben em fazer Aaron continuar odiando-o. Particularmente, torço para que Ben engate em um romance com Ryan e, cansado de se controlar, Aaron dê um beijo em Ben durante o Natal invertendo totalmente a situação desse triângulo! Laughing
Mas sério, não culpo Ben como Luke fez (embora concorde com acusações, LOL) simplesmente porque não saberia que decisão tomar. Sim, sou Bryan de carteirinha, mas Aaron é um personagem que também tem me conquistado cada vez mais e vê-lo tentando colocar juízo na cabeça de Ryan foi mais um desses momentos que me faz amá-lo mais um pouco. E cena de mergulho foi uma das mais heartbreaking EVER, gente, desidratei horrores com súplicas de Aaron para não ter passado alterado e depois com flashbacks matadores. Estou literalmente parado na bifurcação querendo escolher algum caminho, mas me parece tudo muito ínvio!
E agora serei obrigado a falar das consequências da decisão de Ben mais seriamente. Sinceramente, estou intrigado para saber o que fará com série agora. Lembro quando Luciano usou dessa artimanha de voltar ao passado em “Offbeats” e série, mesmo no passado, mudou completamente. Em Time, com Ben ignorando Aaron sumariamente, presumo que as coisas mudem também, mas até que ponto? Lucy e Ryan conseguirão ser um casal bem sucedido agora? Becky conseguirá descobrir que Courtney e Paul são almas gêmeas de novo? Sinceramente, acho que essa tentativa do Ben é a maior furada porque, como o próprio Aaron disse, mesmo quando ele era ignorado pelo Ben, ele já o amava, e acho que continuará amando agora. Além disso, creio que Marjorie possa ter alguma influência e conhecimento dessa alteração temporal e tente convencer Ben a deixar as coisas inalteradas para que nenhuma estátua indesejada seja construída. Ou então, pode simplesmente fazer uma passagem de tempo e nos situar no tempo atual, mas com as novas condições dos personagens e, aos poucos, ir explicando o que os levou até esse ponto. Realmente, não sei o que vai ser da série agora com essa alteração temporal, mas tenho certeza que muita história boa vem por aí e já tô ansioso pelo próximo ciclo de 13 episódios! Razz
Só pra fechar o assunto Ben, amo que tenha nos enganado com afogamento de Ben esse tempo todo e "afogamento" foi apenas uma injeção de adrenalina para lhe dar coragem de apagar seu passado com Aaron.

Assim que li a sinopse do episódio, um dos plots que mais aguardava era o da confabulação de Lucy e Luke, mas achei que ela perdeu uma grande chance de se aproveitar da paixonite que ele tinha por ela na infância para tentar convencê-lo a ajudar a parar com a pouca vergonha de Becky e Tom. O bom desse plot é que Lucy continua descontroladamente divertofa no seu modo namoradinha. Dessa vez, foi a namoradinha ciumenta, mas ainda divertiu e estava coberta de razão, gente! Becky e Thomas muito sem limites, por mais entendiados que possam estar! Minha única ressalva é que me parece que casal tem tido mais atritos que momentos de fofura (ainda que seja essa fofura distorcida típica deles!), então gostaria de ver mais os momentos de curtição que os de tensão, sem deixar a tensão de lado, claro! Só não sei como vai ser daqui pra frente agora que cronologia voltou para um época em que Tom ainda nem existe em Crestview! Sad Quem salvará Lucy de ser atacada no beco agora? What a Face
E, ahá, amo que tenha esclarecido mistério de Ben se afogando, mas Lucy perseguida ainda nem sinal... E algo me diz que, com essa volta ao passado, isso pode demorar ainda mais.
Como não sei qual vai ser o futuro do casal na nova fase da série, fico feliz que o casal tenha se acertado e Thomas tenha esclarecido que não importa quem lhe dê chantilly, é com Lucy que ele deseja fazer todas as suas refeições porque am-está com ela, um fofo! E aaaaaaaaamei sugestão razoável dela de querer tirar Becky da face da terra, com direito a divagação ótima sobre piranha hipotética que ainda se chamaria Becky! E o bom desse plot é ver o mau humor de Lucy em ação, com destaque para irritação dela com Marjorie questionando que elas estejam se falando novamente e choque de saber que Junior tem nome de tênis!

Quando disse que ia colocar Ryan e Aaron para interagir loucamente, não imaginei que ia render confabulação tão boa, gente! Claro que lado fofoqueiro de Candice deu uma contribuição ótima. E, por mais que legendas loucas tivessem em cena, tenho que dizer que adorei toda a forma que construiu as cenas com Ben descobrindo pouco a pouco que na verdade Ryan e Aaron estavam apenas disputando quem tinha esquecido Ben primeiro! Imaginei que, quando Candice fosse retornar, ia ser para sabermos se era mesmo amante de Garret ou não, mas fico satisfeito de ver essa faceta dela de fofoqueira e que sabe tudo de todo mundo (aposto que é a Gossip Grill, além de empinadora de bunda oficial da série!). Outra coisa a ser elogiada são as conversas telefônicas do episódio, me senti nos tempos áureos de B&S, quando a fofoca e as alfinetadas rolavam soltas e eram divertidíssimas!
Mas voltando a Ryan... Dinâmica dele com Aaron realmente muito boa de acompanhar e agora quero mais, mas não sei se será possível com essa alteração temporal. De qualquer forma, preciso dizer que concordo completamente com Aaron que Ben não arriscaria o relacionamento dele com Aaron se o que sentisse por Ryan fosse apenas uma atração física. E não faz ideia da raiva que fiquei quando Ben não o deixou se declarar, acho que ele deveria ter sido mais assertivo na hora, mas entendo que não podia deixar Ben lidar com revelação de Ryan E apagão das memórias, mas mas mas... E agora o que será de Bryan? Sad
A única coisa que penso é que Ryan pode acabar dando certo com Lucy agora ou conhecendo Sadie mais cedo, porque sinceramente não sei se ele vai se dar conta dos seus reais sentimentos por Ben sem ele estar namorando Aaron, porque as pessoas são assim, né, só percebem o que querem quando “perdem”. De qualquer forma, por mais heartbreaking que tenha sido toda a situação envolvendo Baaron, não posso deixar de ficar compadecido com Ryan que, mesmo tendo Sadie, só quer mesmo ter o amor reconhecido pelo melhor amigo.

Amo como sempre tá sambando na minha cara com esse tênis horroroso, Leonardo! O Allstar da Courtney não é o mesmo do Ben, mas ainda assim é mesmo muito estranho que o filho do psicólogo do Ben seja o stalker pessoal da Courtney e quero muito saber o que está por trás dessa história, então trate de encaixá-la dentro da nova linha temporal da série. E conflito gerado entre Junior e Marjorie foi divertido de ver e também fiquei intrigado para saber o que aconteceu entre Junior e seu pai, além de querer saber quais são seus problemas psicológicos exatamente.
Mas Courtney tava mesmo impagável sendo responsável por contar pra Ben sobre a confabulação de Ryan e Aaron com direito a momentos maternais com Ben. Crisei muito com essas cenas e o telessexo também foi bem divertido! E não sei, local onde Junior está hospedado não foi revelado e algo me diz que ele possa estar com Courtney e até poderia confabular sobre como essa possibilidade pode afetar Putiney, mas nem sei em que ano a série se passa agora e estou completamente confuso, GAAAAH!

Como já disse antes, Aaron sempre foi um personagem fofo, mas que, por mais que nem sempre tenha sido um bom rapaz, conseguiu se mostrar mais fofo a cada dia. Acho Will interessante para formar par com ele, mas não posso negar que Baaron me deixou com o coração na mão depois desse episódio e se por um lado quero que cumpram profecia de Luciano de se reapaixonarem de novo, por outro quero que Bryan tenham sua chance. Só não sei se vou aguentar ver Chordzinho com sua cara de rejeitado sendo pisoteado por Ben só para odiá-lo mais e mais. GAAAAAAAAAH, i’m a mess! E a culpa é toda sua, espero que você esteja completamente satisfeito por causar reações tão adversas com seus personagens!

Luke pode até não saber sobre a audição dos lobos, perder seu tempo com TWD (The Voice muito melhor! Rolling Eyes ) e 50 tons de pornografia, mas realmente tratou o irmão como devia. Aliás, sou um grande fã de cenas tensas e num episódio repleto delas, posso dizer que Luke e Ben foram os grandes responsáveis pelos melhores momentos. Luke não quer ter raiva do irmão, se espelha nele e tal, mas quando ele mesmo é tão maduro com seus sentimentos guardados numa caixa com lacre resistente, fica difícil de entender mesmo a indecisão de Ben, que acaba atrasando a vida de Aaron e Ryan. Mas acho que foi bom ele explodir com o irmão, pois isso ajudou um pouco no encaminhamento das coisas para uma solução. Pode até não ser a solução ideal, mas é alguma coisa. Só queria que Luke e Ben tivessem tido uma chance de se acertar, mas pode ser que eu só veja isso no # 3.14.
E vamos falar da caixa com sentimentos lacrados... Pfvr, né! Tô com Lucy nessa e não acredito nem um pouco nesse discursinho de que ele e Becky sabem separar os sentimentos que tinham no passado e que agora são apenas amigos e blá blá blá. Acho isso bem impossível e creio que Becky já deu claros sinais de que o quer de volta (chamou pro jantar dos pais, não consegue ouvi-lo falar de pretendentes e pega no bracinho dele sempre que possível). Agora ela apelou de vez e tá se aproveitando da natureza flertadora de Thomas para tentar causar ciúmes em Luke... E Becky tá sendo muito vagabunda, gente! No sentido de parabéns, claro!
Olha, depois de ter ficado com um time inteiro de rugby e ter Luke esfregando todas suas possibilidades amorosas na cara dela, não duvido nada que ela fosse se engraçar com Thomas, até porque toda brincadeira tem um fundo de verdade. Mas creio que seja mesmo uma tentativa frustrada de tentar recuperar Luke. E, veja só, mudou até o emissor da mensagem de que eles não iam voltar a ficar juntos nunca nunca nunca mais, mas alteração temporal vai juntá-los de novo, embora devai nos impedir de ver Becky e Aaron morando juntos e conhecendo Fionna! Sad

No meio dessa confusão toda, Paul foi aquele alívio cômico que todos amamos e é impossível não amar ele temer por uma greve de sexo de Courtney e depois esbanjar toda sexualidade pelo telefone para o desgosto de Ben. E mostrou que maldição de pai é braba, falou que tinha que levar o carro no mecânico e o carro pifou no meio do caminho!

E quero muito que venham os novos episódios logo, mas fico temeroso de atrasar meus comentários! Mad

P.S.: Embora tenha amado a construção das cenas da confabulação de Ryan e Aaron mesclando com as conversas telefônicas de Ben, devo dizer que, em determinado momento, comecei a ignorar legendas da cronologia maluca, porque já tava ficando maluco, LOL. Mas acredito que fez as contas certinhas e se passaram mesmo as 27 horas desejadas!

P.S.2: AMEI poeminha! Aposto que Blake Jenner também!

Harbor

Mensagens : 143
Data de inscrição : 12/03/2011

Ver perfil do usuário http://www.twitter.com/c_harbor

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum