Episódio #2.16 - Sick Fiction

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Episódio #2.16 - Sick Fiction

Mensagem  Leo Oliveira em Ter Fev 05, 2013 12:19 am

A maior convenção de ficção científica da Califórnia traz surpresas e reviravoltas fantásticas para todo mundo, principalmente Ben (Matt Long), Marjorie (Allison Mack) e Lucy (Joanna Garcia), que testam de forma definitiva os limites das viagens no tempo. Courtney (Samaire Armstrong) tenta garantir o sucesso do evento, mas acaba perdendo o controle da situação quando Junior (guest Robert Hoffman) aparece para uma conversa séria. Becky (Amber Stevens) se enfurece com Luke (Travis Caldwell) por sua relutância em perdoar Aaron (Chord Overstreet) e reatar a amizade com ele. Ryan (Sean Faris) tenta fazer uma boa ação pela vida amorosa dos outros, mas acaba encarando uma mudança na sua. E Paul (Tuc Watkins) se rende ao lado negro da força.
Também participam Meredith Salenger, Martin Donovan, Steve Sandvoss e Jessica Stroup.

Leo Oliveira

Mensagens : 169
Data de inscrição : 17/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio #2.16 - Sick Fiction

Mensagem  Harbor em Sex Mar 08, 2013 8:55 pm

Já é característica de Time ter eventos bizarros periodicamente para movimentar a trama, mas dessa vez o evento superou todas as expectativas, principalmente na bizarrice em si. Acho que Court deveria ficar orgulhosa, por mais que tenha tido uma enxurrada de super-heróis no evento, mas quem manda fazer um evento puramente de ficção científica com atividades peculiares como adoção de animais? Razz
Os figurinos estavam ótimos, as descrições das cenas também, mas o clima que o evento trouxe com as discussões mostrando o lado nerd dos personagens foi sensacional, desciclopei de montão. Smile

Acho muito ótimo que tenha dado desfecho para Bryan da forma que eu queria, mesmo eu só tendo comentado 2.15 depois que o 2.16 já tinha ido ao ar. Sério, curti muito que Ben tenha tomado a iniciativa de beijar Ryan depois daquela mensagem no final. Claro que teve toda aquela dramaqueentização com Lucy sobre o assunto, mas não seria Ben se ele não fizesse isso. O que importa é que ele finalmente decidiu tomar as rédeas da situação e, por mais que recado na secretária não tenha sido o mais romântico do mundo, teve seu valor e Bryan conseguiram ter seu beijo de forma hot e fofa, mesmo estando caracterizados bizarramente. E não é incrível que os dois estejam sempre deixando para dizer as coisas mais importantes por telefone? Precisam começar a falar cara a cara.
E gente, experimento de Marj só me fez pensar em como dom de Ben traz mais prejuízos que benefícios para ele. Descobriu que poderia ter a mãe e o antigo melhor amigo de volta em troca do irmão e do atual melhor amigo, sem falar da época em que descobriu que quase não existiu. E como se isso não bastasse, ainda ficou implícito que o apagão que fez com Aaron poderá gerar consequências devastadoras. Só espero que, junto com Marj, descubra como usar a habilidade da melhor forma possível sem ser um grande fardo para ele. E pelo menos, teve um momento ternurinha com a mãe, então acho que já vale alguma coisa.

E não é que Lucy finalmente viajou no tempo, gente? Achei que nunca mais isso fosse acontecer que nem o desfecho da perseguição no beco! Razz Quenguices à parte, preciso confessar que não entendi muito bem a necessidade dela no experimento, se, na realidade alternativa, Ben ia acabar conhecendo uma Lucy alternativa que acabou casando com Vince, assim como ele conheceu a Court revoltada que tá pegando o pai. Aliás, consistência de Putiney se concretizar em todas as linhas temporais é surpreendente, desciclopo muito! Voltando à participação de Lucy no experimento, creio que foi mais um prêmio de consolação que Marj lhe deu por ela ter tentado ajudar na expansão das habilidades. Mas, qualquer que tenha sido o motivo da participação de Lucy, é inegável o quão emocionante foi vê-la ao lado de Vince novamente e até mesmo o abraço de Ben no amigo. É incrível que, em apenas 1 episódio, Vince criou uma impressão tão boa que suas novas participações continuem sendo tão importantes quanto a primeira, isso que é personagem emblemático.
Não sei se é otimismo iludido da minha parte, mas gostaria que a participação de Lucy no experimento não gerasse dramas para ela e Ben. Quer dizer, até ele já entendeu porque Marj se esforça tanto para ajudar o pai, espero que não faça drama porque Lucy também resolveu ajudar. E claro, porque não quero ser privado por muito tempo das cenas deliciosas de Lucy e Ben, amo muito quando um tenta colocar juízo na cabeça do outro e Lucy dando conselhos durante flash mob de Power Rangers foi ótimo!

Próximo é Ryan e, por mais que tenha tentado embarangá-lo com penteado de cuia, ainda conseguiu ter um momento sensual com Ben enquanto se beijavam e arrancavam orelhas. Agora é esperar para ver como casal se desenvolverá, porque não dá mais pra negar que são apenas amigos.
Ryan ainda foi ótimo tentando zoar Court por nerdice dela para depois se dar conta de que era tão nerd quanto a irmã graças ao maravilhoso mundo que a maldita da J.K. Rowling criou. E o achei bem divertofo em cena com Marj enquanto ele tenta saber mais sobre as atividades profissionais da amiga (tão atencioso!) e ainda decide bancar o cupido para ela. A julgar pela promo, creio que isso será mais abordado no próximo episódio e já estou ansioso para ver.

Courtney fez mais um ótimo trabalho ao organizar com tanta perfeição mais um evento bizarro. Foi bem divertido vê-la toda frustrada por ninguém dar o devido valor à importância do evento e crisei com ela achando Ben sensual, mas espero que não tenha achado o irmão, porque, né? EW! Em contrapartida, foi bem triste vê-la toda revolts na realidade alternativa, ainda bem que nada daquilo era real mesmo.
Mas o mais relevante mesmo veio na conversa entre ela e Junior... Achei que ele poderia ser o pai do filho dela, porém Court passou a impressão de que só vê Junior só como amigo e não sei se iria adiante com ele. Acho que ela só queria mesmo se divertir com toda a loucura e maluquices que a esquizofrenia de Junior podia causar. Claro que ela não fez isso só para se aproveitar ou por mal, acho que ela tentava ajudá-lo dando corda para isso, para fazê-lo se sentir bem e foi bem triste vê-la desacreditando dele só porque ele contou algo tão absurdo... Mas quem pode culpá-la? Ainda bem que Junior teve desfecho feliz... Sério, fiquei que nem Lucy, com lagriminhas nos olhos, por ver Allstar pai e Allstar filho se acertando depois de uma história tão trágica. A situação de Junior não é nada fácil e foi bom vê-lo encontrando um pouco de alento e confiança com o pai.

E não é incrível que Chord tenha sempre que aparecer em trajes sumários nas séries que participa? Será que vai ser assim também em NSA?
Por mais divertido que seja ver o elenco em trajes bizarros e seja apreciável ver Chord em trajes sumários, confesso que fiquei com pena dele. No entanto, a explicação do comportamento intransigente de Luke foi bem válida e até entendo o rapaz. A gente sabe bem o quanto Luke é cabeça dura, mas acho que ele tenha razão em estar chateado com o amigo, porque teve a confiança traída e realmente Aaron tem um peso mais importante na vida dele do que Jill teve. Só espero que Luke mostre um pouco de amadurecimento e não seja intransigente por tanto tempo e perdoe Aaron, até porque carinha de tristeza de Chord me mata. E agora que ele realmente entende o quanto magoou o amigo, creio que ele possa fazer algo para mostrar seu arrependimento... Não sei exatamente o que pode fazer, mas pode fazer algo, LOL.

Marjorie compensou mesmo a ausência do anterior nesse episódio, huh? Mesmo que não tenha acompanhado Ben no experimento, conseguiu mostrar a ele o quão importante é para ela a expansão das habilidades para ajudar o pai. A relação de Marj com o pai já é fofa, mas quando vemos a dificuldade que Junior e Allstar tiveram bem como a impossibilidade de Ben ter uma relação verdadeira com sua mãe, a determinação de Marj em querer encontrar a cura pro pai se torna algo importante não só para a personagem como também para o público.
Ainda não sei exatamente se conseguirão essa cura e o como ficará a relação de Marj com os demais se ela conseguir... Afinal, para que continuar em Crestview se ela poderá curtir a família em LA? Nesse caso, o melhor é que todos se mudem pra Crestview, que é adoravelmente esquisita, e vai até acolher Will em breve. Wink
Voltando à Marj, é notório que ela já criou raízes lá, mas está evitando ao máximo ampliá-las vide a recusa ao incentivo de Ryan para conhecer a flexibilidade de Sarah. Lógico que espero que Marj ceda aos encantos da professora de yoga e tenha mais um motivo para ficar em Crestview... E claro, ela precisa de um pouco dessa recreação com Sarah para relaxar um pouco do trabalho que tem feito. Cool

Becky e Paul travaram a disputa de vídeo-game mais furreca da história, gente! Mas a verdade é que tiveram um papel de alívio cômico no episódio. Amei muito Becky revoltada com olhares furtivos de Luke e com declaração de que ela é a Jill 2.0.
Paul não ficou muito atrás com sua perseguição a Luke, seus pedidos exasperados por água e dando explicações detalhadas sobre a inocência de Katinss, achei um desbunde que Court o tenha ignorado!

Já está na hora desse hiatus acabar, huh? Precisamos de episódios inéditos para encerrar a terceira metade da temporada! Razz

Harbor

Mensagens : 143
Data de inscrição : 12/03/2011

Ver perfil do usuário http://www.twitter.com/c_harbor

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum