Episódio #3.03 - Little Things

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Episódio #3.03 - Little Things

Mensagem  Leo Oliveira em Qua Out 16, 2013 10:10 pm

Pressionado a identificar problemas após sua primeira semana morando com Ryan (Sean Faris), Ben (Matt Long) relembra o início de sua viagem pela Europa, os problemas enfrentados com a colega Josephine (guest Rachelle Lefevre) e o surgimento de uma parceria improvável. Marjorie (Allison Mack) se preocupa com o histórico de descasos apontado por Seth (guest Justin Chatwin), um velho amigo. Lucy (Joanna Garcia) obriga Thomas (Ken Luckey) a debater todos os possíveis fatores que os levariam a romper. Courtney (Samaire Armstrong) e Paul (Tuc Watkins) têm um rápido, porém significativo encontro por acaso, assim como Ryan e Aaron (Chord Overstreet).
Também estrelam Travis Caldwell e Amber Stevens.
Também participa Megalyn Echikunwoke.

Leo Oliveira

Mensagens : 169
Data de inscrição : 17/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio #3.03 - Little Things

Mensagem  Camila Morais em Ter Out 29, 2013 7:50 pm

Demorou mas saiu depois de um pequeno puxão de orelha do senhor Chrystiano, mentira ele me denunciou gentilmente. Vou confessar que estou adorando essa dinâmica, um não comenta enquanto o outro não comenta, ficamos alimentando teorias sobre a série e assim vai indo.

Leo e Luciano (parece dupla sertaneja hahaha) essa duplinha da pesada aprontando mil e uma na internet colaborando pra mais ótimo episodio. Adorei a introdução dos novos personagens Seth e Josephine, fiquei super curiosa pra saber o que aconteceu com eles, espero que voltem a dar as caras nessa temporada. Deu pra ter uma noção do quanto Marjorie tem medo do mostro do relacionamento e de se apegar as pessoas, achei bonitinho o discurso clichê de Ben e que ela tá cada dia confiando mais nele como amigo. Sobre Josephine já adorei a canadense mandona, que mesmo com as briguinhas e a regra do cada um lava o seu, ficou toda amiguinha montando o kit de sobrevivência básica.  

Essa "amizade" entre Aaron e Ryan me deixa um tanto quanto desconfortável e só aumenta a teoria de  Ryan irá abrir mão do Ben e depois do coment do Chrys sobre a possível morte do boção e Ryan se sacrificar pra Baaron voltar eu criei uma outra teoria tão mirabolante quanto anterior. Como não sabemos o que Ryan tanto faz segredo, cheguei a pensar que também estivesse tendo os mesmo efeitos que Lucy e visitando o futuro e tô começando a achar que ele viu um futuro onde Baaron está junto e feliz e resolveu aproveitar o momento agora pra ficar com Ben, isso justifica ele ter o chamado pra morar com junto. Sobre o que vai acontecer só Leo sabe, ou não, mas eu estou adorando esse mistério e essas teorias malucas.

Lucy é uma que adora sofrer por antecedia (me identificando demais), a lista interminável de motivos para terminar estava hilaria e no final ficou aquele suspense e deu bem pra entender que Jimmy pode ser sim filho de Thomas. Sofrendo com Court e Paul se esbarando pelos corredores do supermercado, fica na cara o quanto os dois tão sofrendo por estarem separados por pura teimosia.

Tenho que agradecer a quem selecionou essa maravilha de música Beautiful Life do Ace of Base, sério eu nunca rir tanto de um videoclipe na minha vida e super fiquei desejando que seres humanos saíssem da minha boca dentro de bolhas de sabão LOL.

PS¹: Estou com vergonha de Luciano porque estou mega atrasada na leitura de Three - And Then - Some Embarassed 
PS²: Prometo que o comentário do 3x04 não vai demorar tanto.

Camila Morais

Mensagens : 5
Data de inscrição : 22/04/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio #3.03 - Little Things

Mensagem  Harbor em Dom Nov 03, 2013 8:43 pm

Sem deixar a mitologia da série de lado, esse episódio lembrou um pouco mais a primeira temporada e até alguns momentos da segunda quando a dinâmica entre os personagens era o principal fio condutor das histórias, além de nos brindar novamente com flashbacks interessantes sobre o passado de alguns personagens. Muito bom ver a série evoluindo, mas também mantendo-se fiel às suas origens. E claro, por mais que tenha estado presente nos dois primeiros episódios, apreciei bem mais a narração nesse episódio... Sei lá, talvez por narração estar mais reflexiva ou talvez por me identificar mais com as palavras de Ben nesse episódio. Mas chega de falar dos detalhes mais técnicos, vamos logo ao episódio em si! Smile

Ben resolveu recuperar as rédeas da série e foi bem importante nesse episódio, huh? Já começou bem com cena em que se vê obrigado a desabafar com as meninas sobre o novo estágio do relacionamento com Ryan e descobre que não é tão adorável quanto pensa. O melhor é que isso acabou fazendo link com o flashback e amei que os flashbacks tenham voltado, nem tinha me dado conta que sentia tanta falta! E o melhor é que ainda aproveitou para falar do período de Ben na Europa e é sempre bom descobrir mais pedaços dessa história. Obviamente, já amei Josephine e espero que apareça em mais episódios porque é tão surtada, SURTADA e descompensada que precisa dar as caras na cidade mais adoravelmente esquisita da California. Só acho uma pena que ela tenha contribuído para expulsão de Ben, queria tanto ver mais aventuras dele com bebedora de mijo, venezuelanos tarados e italiano fedorento, mas acho que fica pra próxima! :(Pelo menos, expulsão foi em grande estilo... Tive uma síncope com Josephine acordando Ben para lavar apenas um prato que nem dele era e os dois tendo aquela discussão maravilhosa. Foi tudo tão maravilhoso que só torço para que Ben tenha decidido abraçar a loucura de Josephine e aceitado morar com ela após ter sido expulso porque já quero mais flashbacks desses dois aprontando na Europa.
Amei maneira como manias estranhas de Ben foram explicadas e não pareceram tão aleatórias como no início do episódio. Bom também ver todo o empenho dele em se demonstrar um bom chaveiro para compensar Ryan. E acho interessante ver como padrões se repetem? Assim como aconteceu com Josephine, ele também não teve o melhor começo com Marj e agora os dois já estão aí trocando declarações clichês fofas e que, apesar da zuera, são de coração e mostra como os dois acabaram se tornando importantes um pro outro. O que só me dá esperanças que depois de kit de sobrevivência fofa, Josephine e Ben ficaram amigos.

Como eu esperava, plot de Lucy foi delicioso! Claro que não beirou o absurdo de Ben lidando com Josephine, mas foi tão divertido quanto. Gosto muito que esse lado surtado de Lucy continue aflorado na série, porque isso é tão inerente à personagem que seria um pecado perder essa essência. Me diverti bastante com todo o debate sobre as possíveis crises entre ela e Thomas, até porque ele foi bem fofo e soube lidar tudo com muito bom humor. Destaque para o momento em que fala sobre o clareamento dental, crisei muito! E amo que Lucy seja tão ótima a ponto de reconhecer que é sem palavra e de achar que só Thomas pode causar o fim da relação... Ironicamente é isso mesmo que parece que vai acontecer, porque pergunta sobre filhos só reforça mais a ideia de que é mesmo pai de Jimmy e irá raptá-lo em algum momento. No entanto, estou com Lucy e acredito mais no casal do que em profecias, então vou aproveitar Tucy bastante. Wink
Tenho gostado de ver o desenvolvimento do casal, porque tem dado plots interessantes que não fazem o casal cair no marasmo e que permitem que a essência de Lucy como personagem seja mantida. E por falar em essência da personagem, amo muito que ela fique criando contenda ao falar mal das pessoas por esperar que existam defeitos até mesmo nas melhores coisas da vida. Muito amor por esse jeitinho de Lucy! <3

Cena de Ryan desabafando sobre adorabilidade de Ben com sogro e cunhado foi ótima, muito por causa de Luke. Aliás, cena deixou claro que Ben é mesmo mulher da relação (porque desabafa cazamiga) enquanto Ryan troca uma ideia com os parça, mas talvez eu que esteja tendo uma visão preconceituosa sobre as cenas! Surprised
Enfim, bom ver Bryan tendo crises com o cotidiano porque não dava para começarem a dividir um teto como casal e ficar tudo bem e se não quiseram se precaver fazendo listinha como Lucy, acabam passando por essas barras. Mas claro que o melhor da crise é o acerto de contas, cena final dos dois superando as diferenças, corrigindo os erros e conversando sobre o seu dia foi bem fofinha.
O que foi bem fofo também foi o desabafo de Ryan com Aaron sobre não querer contar a verdade para Ben sobre os ataques de pânico. Entendo seu lado, mas é claro que esconder isso só vai trazer problemas mais sérios que trancas de banheiro instaladas porcamente. Por isso, já estou aqui na torcida para Ryan abaixar a guarda mais um pouco e se permitir ficar vulnerável com sua lagosta... Precisam de todo e qualquer vínculo para a relação ser fortalecida e assim superarem a bomba que Ryan lançará em 2014. Minha única reclamação foi não ver Ryan reclamando de hábitos de Ben com Aaron, ele entenderia melhor que Paul e Luke e talvez até aceitasse devolução, LOOOL.

Court e Marj continuam sendo uma duplinha dinâmica do barulho. Amo muito sempre que uma dá pitaco na vida da outra e faz justamente o contrário. Mas até entendo Court e me diverti com seu desespero não porque sou sádico, mas simplesmente porque sei apreciar um bom momento de desespero alheio! Cool
E Court é um exemplo para humanidade, hein? Além de conseguir se controlar para não se atracar com qualquer um para superar sua carência, ainda consegue não descontar na comida. Pena que Paul apareceu e a desestabilizou um pouco, mas ainda confio na sua força de vontade e superação... Sabe no que também confio? Em Putiney reatando! Rolling Eyes
Como se tudo isso não bastasse, Court ainda foi fofinha por assumir que Ben é ótimo cunhado... Vomitei arco-íris!

Vou aproveitar Aaron para falar de encontro dele com Ryan. Amo Ryan de paixão, mas sinceramente não consigo comprar essa história dele estar tratando Aaron bem só porque os dois são apenas efeitos coletarais nessa história toda e um sabe bem o que o outro está sentindo... Não me entenda mal, isso até faz bastante sentido e pode até ter um fundo de verdade, mas pra mim tem algo mais profundo nessa história. Claro que só saberemos mais pra frente, mas continuo achando que Aaron vai morrer no futuro que Ryan visitou e por isso Ryan está agindo assim. De qualquer forma, acho que vai ser interessante acompanhar o desenvolvimento dessa relação entre os dois, porque da mesma forma que acredito em amor de Tucy vencendo profecias, também acredito que Aaron pode se salvar da morte no futuro (se é que corre mesmo esse risco). E quando digo relação, quero dizer amizade somente porque, por mais que eu aprove um threesome, acho que ia causar muito dano para a estrutura de relacionamentos da série, LOL.
Além de tudo isso, ainda ficamos sabendo que Aaron está com sequelas do acidente e aparentemente isso será o foco do próximo episódio. E sequelas já me deixam preocupado porque fico temendo por saúde de Bocão. Sad

Como já comentei antes, muito bom ver desenvolvimento de amizade de Marj com Ben e a dinâmica com Court permanecendo divertida. E aparentemente no próximo teremos avanços com relação a Sarah... Sinopse dá indícios de que não serão avanços positivos, mas já fico na torcida para me enganar completamente sobre o assunto.
No entanto, o grande destaque de Marj no episódio foi sua história de amizade com Seth... Estamos tão acostumados com flashbacks da adolescência do quarteto fantástico que foi bacana ver o primeiro de Marj nessa situação. Seth não é tão surtado quanto Josephine, mas já torço para que retorne também porque é divertofo e talvez tenha sido o primeiro que teve coragem de enfrentar Marj para mostrá-la como ela trata as pessoas de forma descartável... Não sei exatamente que fim levou a amizade dos dois, porque até se envolver com quarteto fantástico, Marj parecia continuar sendo a mesma pessoa "amistosa" que era no passado, então já quero mais flashbacks para desvendar essa situação.
E agora que já desabafou com Ben sobre seus anseios e recebeu um discurso clichê e fofo (mas eficiente e verdadeiro), espero que sacuda os nervos e deixe tudo fluir mais naturalmente e pare de descartar as pessoas. Quer dizer, já até parou... Se realmente descartou Seth depois de tudo que ele fez por ela, é hora de corrigir o erro!

Luke nem teve muito destaque, mas desciclopei de montão toda sua “chatice” e imparcialidade na conversa com Ryan. Taí uma dinâmica ótima e que deu gosto de ver. Simplesmente adoro esse lado mais chatinho do personagem.

Quem também não teve muito destaque foi Becky, mas não faz ideia de como é bom ver Becky sendo um alívio cômico tão eficiente de uma forma tão simples... Criso toda vez que ela fala de Ryan como se realmente fosse a BFF/guru amorosa dele. E sei que a temporada está no início, mas quero que ela tenha mais plots, não só com o Warren, mas também alguma coisa envolvendo seu negócio de matchmaker. Enquanto isso não vem, me divirto horrores com sua fofurice natural.

Paul foi outro que não teve tanto destaque assim, mas acho ótimo que continue abordando a doença dele de forma humorada. Além disso, teve o encontro com Court no mercado e foi bom vê-los se tratando cordialmente, mas não vejo a hora de terem uma conversa mais definitiva... E isso precisa partir de Paul, que foi quem mais errou, até porque Court já demonstrou que não está preparada para dar esse passo.

E que desbunde, gente, só porque atrasei os comentários um pouquinho não tem episódio inédito essa semana. Buuu! Ainda bem que tenho o 3.04 pra ler antes de sofrer com hiatus!

P.S.: Já quero flashbacks dos tempos de escola de Aaron, Luke e Becky também! Laughing

Harbor

Mensagens : 143
Data de inscrição : 12/03/2011

Ver perfil do usuário http://www.twitter.com/c_harbor

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio #3.03 - Little Things

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum