Episódio #3.12 - Love's Not A Competition (But I'm Winning)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Episódio #3.12 - Love's Not A Competition (But I'm Winning)

Mensagem  Leo Oliveira em Seg Dez 15, 2014 8:33 pm

É dia dos namorados em Crestview e Becky (Amber Stevens), Luke (Travis Caldwell) e Warren (guest Jake McDorman) se esforçam ao máximo para dar a Aaron (Chord Overstreet) e Will (guest Cody Longo) uma despedida de solteiro inesquecível. Ben (Matt Long) e Ryan (Sean Faris), por outro lado, tentam evitar grandes gestos, mas acabam sendo recrutados por uma missão com Paul (Tuc Watkins) e Lucy (Joanna Garcia) que pode mudar o rumo de suas intenções. Sarah (guest Jessica Stroup) faz uma proposta inusitada para Marjorie (Allison Mack). E Chad (guest Jesse Hutch) fica impressionado ao constatar o que Courtney (Samaire Armstrong) pretendia ao convidá-lo para uma viagem livre de romance.
Também participam Sasha Andreev e Wallace Shawn.

Leo Oliveira

Mensagens : 169
Data de inscrição : 17/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio #3.12 - Love's Not A Competition (But I'm Winning)

Mensagem  Harbor em Qui Abr 09, 2015 10:19 pm

Mesmo com Lupe me dando spoiler de casamento Bryan, acredita que não levei a sério? Quer dizer, até levei, mas episódio teve tanto acontecimento e achei que casamento deles ia ser cerimônia pomposa ou que roubariam lugar de Waaron na cerimônia religiosa deles (eu sei, tenho ideias absurdas!) que quando a revelação de que Bryan casaram no cartório veio, eu realmente me surpreendi, LOOOOL.

E vamos logo falar disso, né? Como parte da audiência que torce fervorosamente por Bryan, é claro que fiquei bem feliz com casamento deles... As pessoas podem até estranhar esse caminho para eles, mas nada mais natural, né gente? Podem até não estar juntos fisicamente há muito tempo, mas os dois têm uma bagagem emocional de anos e a coisa flui tão bem entre eles que casamento é apenas uma mera formalidade. Além disso, já disse antes que sou muito fã de casais que eram melhores amigos antes do envolvimento afetivo e sexual da coisa, que só penso em <3 quando penso em Bryan.
E não dá pra negar que os dois atingiram todo seu potencial romântico/afetivo um com o outro! Por mais que Ryan tenha tido seus momentos com Sadie e Lucy, a verdade é que foi com Ben que ele realmente atingiu o ápice... E não preciso nem falar de Ben, né? Depois daquele resumo das experiências anteriores (hilária, por sinal, não me importaria de ver Marj levando Ben numa viagem pra lembrar tudo Laughing ), fica claro que Ben realmente encontrou sua metade da laranja a ponto de ser completamente honesto. É o tipo de relacionamento que até dá vontade de ter igual na vida real, gente! Já quero flashfoward em series finale com os dois velhinhos implicando um com o outro.
E Ben, mostrando que às vezes é um protagonista de destaque, ainda teve que lidar com o ex Dmitri... E, meu Deus, como crisei com a interação! Agora que casou com sua alma gêmea (que lembra muito Ben, vale ressaltar), é provável que possa aparecer mais vezes, mas se não for o caso, já fez uma bela despedida. História de relacionamento com Bert foi tão bizarra e divertida que é impossível não amar... E Time ainda sambou na cara da sociedade ao apresentar um amor tão puro que, ao contrário do que dizem as más línguas, não foi encomendado pelo correio.

Lucy continua ressentida com paternidade de Thomas e torço para que essa crise esteja em pauta logo porque Tucy é um casal pelo qual torço muito, então quero ver Lucy seguir linha de amadurecimento que personagens da série têm tido e conseguir resolver seus problemas com a família recém-descoberta de Thomas. Além disso, por mais que ache fofo Ryan querer consolá-la e até a cumpicadade dos dois sabendo do caso de Court com Chad, me preocupo com Lucy ficando balançada com essa atenção de Ryan.

E por falar nele, continua sendo meu personagem preferido... O fofucho mor escondido na pele de um troglodita! Já falei tudo que acho de Bryan e do fato de casarem, então só reforço aqui que fico feliz que Ryan deu esse passo. Quer dizer, ficou quase 15 anos tentando ser feliz cas mulheres, então agora que conseguiu o homem que lhe proporciona mais felicidade que as mulheres que teve, que deixe registrado... Não é um ritual numa cachoeira, mas tá valendo! Laughing E no fim das contas, isso só mostra que as pessoas só precisam mesmo de uma para serem felizes e que data melhor que Valentine's para declarar isso para o mundo... Ah, como esse episódio me deixou romântico, gente!

Gente, nunca imaginaria que depois de encontro bizarro de Court com Bert, os dois desenvolveriam essa relação tão bizarra! Mas choque à parte, ressalto que me diverti muito com bizarrice da coisa toda... E twist de noivo ser Dmitri foi interessante porque permitiu que Ben não fizesse uma cena maior e conflito entre ele e Court pudesse ser adiado para um próximo episódio. Sinceramente, até gosto de Court com Chad e da ideia de que ele mudou, mas Putiney é tão <3 que fica difícil não torcer pra voltarem. Além disso, estou mais interessado em ver como Court lidará com Ben e Paul agora que sabem disso do que propriamente em ver desenrolar do romance com Chad. Mas ele apoiar Court no meio da bizarrice e em evitar conflito desnecessário com Ben (afinal, a briga não é dele) o fez ganhar uns pontinhos, devo confessar.

Jurava que casamento gay do episódio seria o de Aaron e Will e já tava animado para ver um pouco mais do flashfoward que vimos na premiere, mas ainda não foi dessa vez. Waaron não tiveram muitos momentos de fofura, mas amo que Will embarque na loucura que o povo de Crestview faz... Isso que é amor! E claro, foram divertofos com momento “Dirty Dancing” (não sei se sabem, mas minha irmã fez o mesmo com o namorado/hoje marido nos 15 anos dela), então algo me diz que Waaron têm futuro!
Mas claro, parte importante mesmo foi Aaron finalmente jogando limpo com Marj... Por mais que tenha me divertido com tentativas furrecas dela em estabelecer uma amizade “genuína” com ele, foi bom finalmente colocarem as cartas na mesa. Marj pode até estar perdida e não saber como ajudar agora, mas tenho certeza de que não demorará muito a surgir com uma ideia mirabolante para resolver tudo.

E por falar nisso, amei muito toda a implicância de Marj com datas, mas claro que o grande destaque foi o surto dela por achar que Sarah queria juntar os cachorros para fazer um teste para futuramente pedir o esperma de Warren... Às vezes sinto que Marj procura motivos para brigar, mas ainda bem que Sarah consegue lidar com surtos dela e não fica encanada. Sério, derreti horrores com reconciliação das duas no final. Espero que cada vez mais Marj perceba como ela e Sarah têm um futuro e não fique dando pitis do nada. E claro, já torço para que competividade fale mais alto e mais pedidos de casamentos venham para serem devidamente aceitos!

Se Lucy fica sofrendo pelas beiradas, pelo menos Luke se dedica com avidez às causas importantes a ponto de pedir o irmão em casamento! Laughing Mas a verdade é que, ao contrário de Lucy, Luke me dá a impressão de que está lidando bem com essa história toda e que confia no seu taco. Claro que provavelmente preferiria virar o pai de Jimmy e excluir a figura de Thomas, mas consegue lidar bem com o que está diante dele no momento.

Amo que amizade de Becky com Court funcione de uma forma tão deliciosa que o fato dela querer se consolidar como uma melhor organizadora que Court não a transforme em uma mega bitch ou traga desavenças para a amizade delas. E se Court está ocupada cuidando do casamento do “pai”, nada mais justo que alguém que entenda bem do que Crestview precisa para eventos bizarros, assuma o lugar... Como sou de 88, faço coro com o pessoal de que não sei se dá pra dizer que é minha década (anos 90 foram tão mais relevantes!), mas gosto do que foi proposto. Se uma coisa que podemos contar em Time é com eventos bizarros e depois do fim de HoD, preciso de uma série com uma cidadezinha com eventos bizarros! :’(
E Becky tão importante que ainda ajudou Marj a parar de ter crises desnecessárias com o esperma de Warren! Wink Já quero como minha guru amorosa, como contrata? Tô tão romântico depois desse episódio que tô precisando.

Paul mais uma vez serviu como alívio cômico e amo muito vê-lo no meio dos jovens interagindo como se fosse um deles, LOL! Dinâmica com Lucy sempre muito boa de acompanhar também! Só que agora que descobriu que Court está com Chad de novo, terá muitos motivos para sofrer... Mas otimista como sou, torço para que isso seja o necessário para ele ir atrás de Court, embora tenha lá minhas dúvidas de que ela ache bom ele correr atrás dela justo agora que descobriu que ela está com outro! Mad

E não posso nem fazer piadinha de “que venha o próximo”, porque já veio uns 50 episódios depois desse, LOL!

Harbor

Mensagens : 143
Data de inscrição : 12/03/2011

Ver perfil do usuário http://www.twitter.com/c_harbor

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum