Episódio #1.02 - Five Years From Now

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Episódio #1.02 - Five Years From Now

Mensagem  Leo Oliveira em Qua Mar 14, 2012 1:03 pm

Ben (Matt Long), Lucy (Joanna Garcia), Ryan (Sean Faris) e Courtney (Samaire Armstrong) se reúnem para colocar o assunto em dia, relembrar o passado e, principalmente, brigar muito, tudo regado a muito álcool, lagostas e casacos de pele de guepardo. Enquanto isso, Becky (Amber Stevens) continua seu trabalho como cupido, forçando uma aproximação entre Aaron (Chord Overstreet) e Ben, mesmo que para isso tenha que enrolar o namorado Luke (Travis Caldwell). E as decisões passadas de Paul (Tuc Watkins) voltam para assombrá-lo.
Participações de Sean Maguire, Jonathan Bennett, Cocoa Brown e Martin Donovan.

Leo Oliveira

Mensagens : 169
Data de inscrição : 17/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio #1.02 - Five Years From Now

Mensagem  Harbor em Seg Abr 23, 2012 8:29 pm

Gente, episódio com duas horas de duração praticamente e ninguém avisa? Que desbunde! E olha que só fui me dar conta disso quando já tinha acontecido muita coisa e Paul (sempre o Paul! Rolling Eyes) nem tinha dado as caras ainda... Como não senti o episódio passar, dá para perceber que curti muito o episódio. E não sei como vai reagir a isso, mas, embora tenha achado modo de previouslar série bem parecido com o modo como Chuck fazia, ainda assim achei muito bom e divertofo.

Embora Ben continue sendo o centro de destaque da série, preciso dizer que os demais membros do quarteto fantástico também começaram a mostrar a que vieram... Nesse episódio, tivemos uma amostra mais profunda da habilidade de Ben e devo dizer que é bem legal poder viajar para o passado dos personagens e ver como as coisas eram e comparar com o jeito que estão. E claro, Ben fazendo comentários engraçadinhos em off durante a viagem muito legal também.
Enquanto no piloto, o foco foi mais a relação de Ben com Lucy, nesse tivemos a oportunidade de ver a relação dele com Ryan e Courtney. E te falar, amizade entre eles é muito boa, não é à toa que são o quarteto fantástico, as cenas entre os quatro fluíram muito bem e foi super gostosto de ler... Cena das lagostas muito fofa de ler, por exemplo.
E vou concentrar tudo que tenho para falar de Ben em outros personagens, senão não falarei nada deles, LOL.

Lucy concentrou toda a sua amargura em criticar Garret e nem foi amargurada ou fofa, foi apenas bitch mesmo. Aliás, embora entenda a frustração dela e compreenda que ela queira provar que é capaz de vencer, vejo um pouco de orgulho nas atitudes dela. Ainda assim, história foi construída de uma maneira que, embora sinta um pouco de raiva dela por ela descontar sua frustração nas pessoas erradas, torço para que ela consiga atingir o sucesso que tanto deseja, mas sem precisar sair de Crestview, lógico. Não dá para série existir sem ela... E acho que no fim das contas consigo mesmo achar fofura nela para não querer que deixe a série, LOL.

Ryan sem coração? Pffff! Só finge que não tem, gente! Seriously, se tornou meu favorito depois desse episódio (passando Court, tadinha!)... Tem como não amar um personagem que dá todo o seu apoio moral ao amigo, mas finge que não com algumas trolladas para disfarçar?
E o que dizer de todo o seu amor por Lucy? Acho que Lucy perdeu pontos comigo só por não ter aceito a proposta dele. Já disse que entendo o lado dela, mas também compreendo completamente que ele estava apenas tentando ajudar. Mas que droga, Leo, criou uma série onde entendo e compreendo todos os personagens mesmo que briguem entre si.
E adorei toda a história de como surgiu Benji e as restrições que Ryan tem com a sexualidade do amigo bem divertidas de ler.
E preciso dizer que Lucy ganhou os pontinhos de volta quando foi correndo atrás de Ryan que nem uma cachorrinha (e nem é Benji, gente!).

Court finalmente precisou contar a Ben que está de volta ao mercado... Só esqueceu de que contar a parte em que será a nova mãe dele! Rolling Eyes
Mas sério, cena do banheiro muito boa também com Ben se colocando a disposição da amiga que apenas queria expressar seu nojo pela velhinha cagona!
E muito triste ver Gourtney declarando amor eterno nos flashbacks para hoje estarem desse jeito... Será que ausência de Ben fez com que Garret não resistisse aos ataques de Ryan e Lucy? What a Face
De qualquer forma, pouco importa, pois Pourtney is all the way! Smile

E amo que Aaron seja ruim em comunicação, mas quando se comunica, o faz com palavrões, LOL. E tenho que falar que me identifiquei bastante com crise de espirros do pobrezinho. Antes de fazer tratamento para alergia, minha vida era ter uma crise de espirros a qualquer momento, só que meus espirros eram misturados com tosse, mas divago... De qualquer forma, chega a ser divertido ver como Aaron age perto de Ben com todo o seu receio e medo. Mas, pelo que pudemos ver, Ben não era o mais amigável com ele no passado, então é compreensível que bocão tenha receio de declarar seu amor.
E declaração de Ben pra Aaron muito boa, pena que o pirralho não tenha ouvido... Mas desencontro do casal é bom pois promove na audiência mais empatia pelos mesmos e vontade de vê-los juntos logos, mas veja se não enrola muito.

Luke não fez muita coisa a não ser colocar preocupação desnecessária na cabeça de Ben com ligação do doutor lá... Preocupação tão desnecessária que Ben só voltou a se preocupar com ela agora, LOOOL.
Mas pelo que pudemos ver da conversa entre Paul e o psiquiatra, preocupação não é tão desnecessária e afetará saúde de Ben... Infelizmente, não vai ser dessa vez que vamos descobrir do que se trata.

Becky continua aparecendo pouco, mas ainda querendo mostrar que é uma grande piadista... Só que além disso, bancou a cupido para cima de Aaren (ou Baaron?) e foi muito divertido vê-la acabar com a conversa telefônica de Luke e Aaron. Essa daí leva muito jeito para cupido e, ao que tudo indica, isso pode ser o novo empreendimento dela.
Pode ter evoluído na criação de drinks, mas certamente bancar a cupido é a vocação dela!

Já falei de Paul, mas preciso dizer ainda que discurso dele sobre preocupação com bem estar de Ben foi muito fofo de ouvir, bem no estilo paizão que mostrou no piloto. E, embora preocupado com saúde de Ben, compreendo motivos de Paul em não contar nada. Viu só? Fez de novo! Fico do lado de todos os personagens, LOOOL.

Por fim, preciso dizer que offs reflexivos foram redondinhos de novo e adorei ver o quarteto fantástico com a Orientadora, principalmente quando ela ri da resposta de Ben, LOL. E desespero de Lucy em querer ir embora foi desesperador de ver, LOL. Nem tinha como guardar mais raiva dela depois dessa cena.

E Time After Time pode até ser mistureba louca de tudo que já fez, mas, ao que tudo indica, pode ser também a série mais bem desenvolvida que já fez! Wink

P.S.: Fiquei sabendo de POB em retorno anterior a esse da TVSN. Bem que podia exibir os 2 episódios em formato de especial! Laughing

P.S. 2: APOSTO que comunista ainda vai dar as caras novamente para dar uma balançada no romance de Baaron. É tão queridinho seu quanto Matt Long e Ryan Faris para ter apenas essa participação!

Harbor

Mensagens : 143
Data de inscrição : 12/03/2011

Ver perfil do usuário http://www.twitter.com/c_harbor

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio #1.02 - Five Years From Now

Mensagem  Leo Oliveira em Sab Maio 19, 2012 7:59 pm

Well, well... Se não é o sr. Porto já querendo prever todos os meus plots completamente previsíveis já no 2º episódio Laughing Acho que subestimei o quão bem me conhece, rapazinho, mesmo que não soubesse meu nome até algum tempo atrás!

Percebi a semelhança com o previously de Chuck logo cedo também, mas é que gostei da noção de que a série era Ben contando a história do começo ao fim. Como já deve ter percebido, mudei mais tarde porque dava muito mais trabalho fazer o previously assim! Quanto à duração, Time é praticamente série de TV a cabo (por isso posso fazer putaria) e a maioria dos episódios tem mais caracteres do que deveria.

Fica aqui uma curiosidade sobre esse episódio: ele não existia, BOOM! Na verdade o 3º era o 2º, mas percebi que estava correndo demais com a história (de Baaron, principalmente) sem apresentar o restante dos personagens adequadamente, e aí fiz esse focado no quarteto fantástico pra deixar tudo bem claro, sem necessariamente mudar nada muito importante que interferisse nos acontecimentos do 3º. EDIT: Percebi coisa nenhuma, Luciano que me apontou que estava fazendo tudo errado e me deu uma luz, é um fofo!

Meu coração se enche de joy ao ver que já enxergou todas as características veladas de Ryan tão cedo na série, sempre tive a impressão de que demorei demais pra mostrar quem era (porque Lupe era meu único leitor e dizia que era um maldito que não conseguia decifrar, mas você já é o 2º que vê Ryan por quem realmente é, então my job is done Very Happy ).

Já Lucy tem seu ponto alto de amargura nesse episódio e até eu fiquei meio estressadinho ao escrevê-la dessa forma, mas tô com ela quando recusa proposta de Ryan, por mais que ele estivesse tentando ajudar. A desgraçadinha é mesmo orgulhosa e jamais aceitaria o easy way out que tanto se incomoda por Ryan e Courtney terem tomado a vida toda, e até mesmo Ben ao ir embora deixá-la mofando na cidade, muahahaha.

Ouvi dizer que esse negócio de ter crises de espirros na hora H (não essa hora H, que não chegamos em episódios de putaria ainda) é muito comum por aí, então Aaron se mostra um personagem muito realista, ainda mais porque Ben era uma shady bitch com ele e precisa mais é que tomar muito cuidado com o que vai fazer. E muito bom ler você falando de desencontro, principalmente porque Lupe (mais uma vez) vive dizendo que não fiz o "will they, won't they" deles direito quando, gente, era tão óbvio que são meant to be (que nem Lexie e Sloan) que eu não poderia enrolar essa situação mais um segundo!

Não deve estar enxergando a big picture no caso de Paul se mancomunar com dr. Allstars pra esconder coisas de Ben agora (e não posso culpá-lo, nem eu enxergava), mas pode ficar de olho que a inutilidade de papai Higgins estã com os dias tão contados quanto sua situação de ermitão!

P.S.: Verei se exibo Psycho Bar como telefilme de 1 hora sem final Very Happy

P.S. 2: Ficou chocado que já estamos no episódio 9 e nada de comunista dar as caras? Acho que Bennett não é mais tão queridinho after all!

Leo Oliveira

Mensagens : 169
Data de inscrição : 17/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

#1.02 - "Five Years From Now"

Mensagem  Victor Poroca em Seg Mar 18, 2013 3:03 am

Fico feliz que você resolveu fazer esse capítulo antes do terceiro, sabia? Fazer quase uma espécie de bottle episode para termos a chance de conhecer realmente o quarteto principal foi uma coisa bastante necessária e que me ajudou e muito compreender esses personagens. Ao mesmo tempo em que tivemos a chance de continuar assistindo o começo do romance entre Ben e Aaron com suas desventuras amorosas, tivemos a chance de descobrir coisas extremamente importantes, como o coração de ouro por trás da armadura de Ryan e toda a amargura que Lucyzita guarda por estar presa em seu maior pesadelo. Além disso, Becky e Courtney realmente se provaram alívios cômicos maravilhosos, como já tinham sido no piloto.

Preciso concordar com Ryan sobre uma coisa muito importante: Deus do céu, Ben é uma drama queen, não? Ainda gosto muito dele por não se levar tanto a sério assim, mas cansa minha beleza todo esse medo que ele tem de se arriscar e fazer uma coisa completamente incerta. Até fiquei muitíssimo feliz em ver que ele está tentando acabar com este comportamento e apostar num relacionamento com Baaron, mas a sorte realmente não está do lado dele. Primeiro, Boca de Truta tem reação alérgica a Matt Long (O que diabos foi isso?! Já aconteceu contigo, sua rampeira?) e depois ele acaba se declarando para véia gostosa e cagona numa das melhores cenas de todo o episódio. Como você falou que "Five Years From Now" foi apenas criado desacelerar e acalmar todo esse fogo entre os dois personagens, fico feliz em ver essa mudança bastante necessária para o personagem, porque o casal em si é fofíssimo e extremamente nassersexual e também porque gosto muito mais de Ben assim, deixando de ser passivo (ui!) em relação ao destino.

Falando em gente fofa, o que é Ryanzito, gente? Eu já estava adorando o personagem na premiere, mas acho que agora realmente se tornou o meu favorito após tudo o que aconteceu no bar. Não esperava vê-lo abrir-se tanto assim para Lucy já tão cedo, mas isso nem pareceu forçado de maneira alguma, porque, durante flashbacks, deu pra perceber que coração dele foi amolecendo com o passar dos anos. O Ryan que conhecemos em 1994 nunca teria se aberto tanto para Lucy quanto o atual, mas conseguimos perceber que houve uma grande mudança dentro dele só pela amizade com Ben, como pudemos ver naquela cena completamente heteronormativa da festa da fraternidade. Sério, pra cena ser mais máscula, só faltava a presença de Matt Dallas e seu pintinho amarelinho.

Mesmo exalando amargura, mau-humor e veneno por todos os poros, confesso que sou fascinado por Lucy. Enquanto Ben fica preso no tempo de maneira quase literal, Joaninha fica lá de maneira figurativa, porque, mesmo fazendo tudo o que pode, nunca conseguiu e provavelmente nunca conseguirá sair de Crestview. E, justamente por isso, essa decepção é tão forte que vira quase um buraco negro de negatividade na vida dela. Não consigo não ficar triste ou não ter pena de uma personagem tão desenvolvida e, mesmo assim, tão frágil. No final, mesmo ela se comportando como uma completa quenga safada, não consigo deixar de torcer para que ela consiga o que quer e, claro, resolva admitir que seu amor por Ryanzinho não é só algo carnal igual à senhorita (a.k.a. Suzana Ferreira, a drag oficial da TVSN). Fiquei aqui quase morrendo de chorar com cena da briga dos dois porque me importo muito com ambos e acabei concordando tanto com Ryan quanto com Lucy na discussão. Ele apenas estava tentando ajudar, mas ela é tão orgulhosa que não se deixa nem receber uma mão amiga... E como amiga, né?

Mais uma vez, Luke foi deixado de lado e, né, nem me importo muito porque sempre fica sendo jerky quando aparece. Pelo menos ele ajudou Paul a se mostrar um paizão maravilhoso. Não esperava pela cena do encontro dele com Alistair e já comecei a amá-lo só por usar todos os arrependimentos pelos erros que cometeu no passado como combustível na jornada para fazer a vida do filho ser o melhor que pode... Enquanto pode. Fiquei muito curioso para saber para onde esta trama das complicações causadas pela condição bizarra de Ben e espero que seja bem mais desenvolvida com o passar dos episódios. Além disso, a principal função de Luke é... SER NAMORADO DE BECKYZINHA, NÉ? Becky é um amor de pessoa e depois de se revelar uma grande apreciadora de esculturas fálicas, agora surpreende toda a nação se tornando mais casamenteira que Santo Antônio. Morri de rir com as estratégias amorosas tão bem-feitas e dignas de Emily Thorne, gente.

Outra personagem (muito) bem pouco aproveitada no piloto foi Courtney e agora descobrimos que ela era, na verdade, casada e acabou se divorciar com Sean Maguire, outra figura que passa muita masculinidade para a câmera, sabe? Claro que essas cenas de Courtney meio que apenas foram outshineadas pelo quenguice de Dona Joana Garcia, mas, né, como não ser? Pensei que Lucy apenas fosse amargurada agora, mas não é que é já transmite muitos arco-íris desde a adolescência? Quem diria? Além disso, fiquei chocado com a participação muito mais do que especial de Ross, Chandler, Joey e Phoebe no episódio. Não estava esperando e crisei demais com esse momento que é uma das delícias mais aleatórias e gostosas de Friends.

Enfim, fiquei muito feliz que você tomou a decisão de criar um episódio para termos a chance de conhecer as personalidades de praticamente quase todos os personagens do elenco fixo e não só focar no romance entre Matt Long e Chordinho para saciar os seus desejos sexuais mais profundos. Quer dizer, não focar assim tão cedo, porque eu sei que você fará mais cedo ou mais tarde, né? Porque é uma quenguinha muito tarada! Provavelmente eles terão um threesome com Sean Faris até a season finale...
avatar
Victor Poroca

Mensagens : 13
Data de inscrição : 16/10/2010
Idade : 23
Localização : Recife - PE

Ver perfil do usuário http://www.seriadores.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Episódio #1.02 - Five Years From Now

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum